agosto

R$ 10,00

agosto é a terceira peça do conjunto que a mini editora criou para as poesias de gustavo nagib. depois do livro e da caixa carimbada, o poema foi para a parede em formato de cartaz.

a.mar e seus frutos

O livro A.mar verbo indefinido, do poeta Gustavo Nagib, foi um marco na história da mini editora. Primeiro, porque nunca havíamos editado nenhum autor externo e depois porque o processo de fazer um livro acessível, com tiragem e circulação maiores, era um desafio totalmente novo para mim.

Lançado em 2015, o livro de capa vermelha e miolo colorido foi — e continua sendo — um grande sucesso de vendas se comparado aos outros títulos da editora. Em grande parte, claro, pelo carisma e o talento poético do autor, mas também conseguimos notar uma grande aceitação do projeto gráfico por parte do público.

Isso nos incentivou a prolongar a vida dele por mais algum tempo, criando uma família de peças relacionadas ao livro e à poesia do Guga. No ano seguinte, em 2016, lançamos a caixa amarela de poemas carimbados de nome Retiro; e em 2017, o cartaz verde com o poema verde Agosto.

a poesia

O Gustavo é um poeta muito produtivo, está sempre escrevendo, postando e refletindo em forma de poesia. E além de poeta, é geógrafo, professor de ensino médio e pesquisador na área de hortas urbanas.

E a poesia deste cartaz — talvez um pouco mais do que as outras presentes no A.mar e no Retiro — me pareceu um resultado mais complexo do universo do autor.

agosto

fica a gosto
do freguê
se é verde ou
se espera amadurê
a forma é
arquitê dura
casa sem jané
bombom sem chô
sabe bem quem
vejo a lua no cé
que linda que chê
ia agora tão tã
tô só eu

texto

gustavo nagib

projeto gráfico

hannah uesugi

fonte

dante

formato

20 x 40 cm

impressão

jato de tinta 1 x 0 cor

papel

papel espelho 60 g/m2

tiragem

impressão sob demanda

ano

2017

Categorias ,
Updating…
  • Nenhum produto no carrinho.